Forum Pplware

Versão Completa: O Skype pode fechar?
Está de momento a ver uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
O Skype tem perto de 450 milhões de utilizadores em todo o mundo, o dobro dos perfis registados na rede social Facebook. Esta ferramenta online que permite pôr as pessoas a falar gratuitamente através da Internet goza de uma tremenda popularidade, mas os problemas legais que a empresa actualmente enfrenta poderão vir a condená-la à extinção.

Tudo começou em 2005, quando o gigante das vendas online eBay comprou o Skype à empresa Joltid por 2,6 mil milhões de dólares.

O Skype permite a comunicação peer-to-peer (ponto a ponto, ou seja, utilizador a utilizador) em sistema VoIP (Voice over Internet Provider, basicamente o equivalente a um serviço “telefónico” através da Internet). Este tipo de comunicação, de Skype para Skype, é gratuito, o que rapidamente granjeou a esta ferramenta uma imensa popularidade mundial. Mas o Skype também permite, mediante pré-pagamento (a preços bastante razoáveis), ligar para telefones fixos e móveis. Simultaneamente, o Skype também pode ser usado para enviar e receber “mensagens instantâneas” (como o popular Messenger, da Microsoft) e permite ainda fazer videochamadas.

Uma parte importante do software utilizado pelo Skype e que permite às pessoas porem-se em contacto de viva voz foi desenvolvido pela empresa Joltid, detida pelos co-fundadores do Skype, o sueco Niklas Zennstrom e o dinamarquês Janus Friis, que também estiveram por detrás do Kazaa (site de partilha de ficheiros online) e do Joost, um serviço online de partilha de vídeos, lançado em 2007.

Em Março passado, porém, o Skype (já detido então pela eBay) e a Joltid entraram numa batalha legal complicada. Na altura da compra, em 2005, a aquisição não incluiu a tecnologia de comunicação peer-to-peer desenvolvida e detida pela Joltid (que permite efectivamente o contacto "telefónico" entre os utilizadores) e portanto as duas empresas começaram a disputar os termos da licença de uso dessa tecnologia, com a Joltid a ameaçar pôr fim ao licenciamento.

O Skype decidiu então processar a Joltid junto da justiça britânica afirmando que a empresa criada por Zennstrom e Friis não pode legalmente pôr fim ao acordo de licenciamento da tecnologia, pedindo ao Supremo Tribunal Britânico, onde corre o processo, que proteja o código usado pela empresa a fim de não prejudicar os 443 milhões de utilizadores da ferramenta de comunicação.

Em resposta, a Joltid apresentou uma acção legal argumentando que o Skype não tinha o direito de usar ou modificar o código de software detido pela empresa, tendo por isso violado direitos autorais e quebrado os termos da licença.

O julgamento deverá ter início em Junho de 2010.

Temendo o pior, o Skype já começou a desenvolver o seu próprio software alternativo àquele que lhe chegou via Joltid. Mas o desenvolvimento deste software pode ser caro, moroso e, em último caso, pode até falhar, alertaram os actuais donos. Em última instância, o Skype pode mesmo perder o caso contra a Joltid e, na ausência de software próprio, pode mesmo ser obrigado a fechar, deixando milhões de utilizadores sem a ferramenta que lhes permite fazer chamadas gratuitas para todo o mundo.

A Skype já apresentou um relatório à Securities and Exchange Commission (EUA) indicando que “o negócio do Skype, tal como é actualmente conduzido, poderá não ser possível” se não for encontrado um substituto tecnológico adequado.

Em 2008, o Skype fez vendas no valor de 551 milhões de dólares e tinha 405 milhões de utilizadores registados, mas o eBay espera que venha a superar os mil milhões de dólares em 2011. Apesar destes indicadores, a empresa tem ficado aquém das expectativas da eBay, que admitiu em Outubro de 2007 que o negócio não foi tão bom como inicialmente a empresa pensava.

In Publico

Nota Pessoal: Uso diariamente como ferramenta de trabalho em substituição do msn, e é o que me permite apanhar qualquer pessoa em qualquer país, ia ficar um bocado chateado.
Como ferramenta, o Skype é muito melhor que o MSN que está minado de tools, ad-ons e outra tralhas que tornam aquilo ... enfim...
Não me parece que possa fechar .

Estas grandes empresas que têm lucros de milhões, raramente acabam, o máximo que pode acontecer é mudar de nome e de administração .

Na minha opinião estas noticias só vem à baila para dar mais um bocado de visibilidade à marca .
calma, leste a noticia?

o problema é a propriedade da tecnologia que estão a usar.
e isso é um problema grave de facto.

porque se ficar decidido em tribunal que a Joltid pode quebrar o acordo, o Skype deixa de ter permissão para usar a tecnologia em que está assente a plataforma, em paralelo, produzir "from scratch" uma plataforma substituta ..sai caro e com probabilidades de sair furado ...
Sim eu li a noticia toda ...

Mas continuo com a mesma opinião ...

Para mim estas "polémicas" todas só servem para fazer alguma publicidade e mais ainda mais visibilidade à marca, como disse anteriormente .

Posso até estar completamente errado, não digo que não .

Mas é o que me parecem estas noticias ...
Já tinha visto esta noticia noutra página e caso percam em tribunal podem muito bem ter de deixar de usar o código e/ou desligar os servidores ou ainda ter de pagar licenças cara. Se eles já se queixam que o negócio não é o que estavam a espera ...
Não dava assim muito jeito que eles fechassem a loja pois também uso o skype.

Existem alternativas open source (que nunca cheguei a testar bem por falta de "cobaias") que talvez possam substituir o skype. O problema é que essas soluções têm mais opções de configuração e não têm tanta mariquice como o skype agora tem (já para não falar do wlm) o que faz com que muitos utilizadores fujam delas como o diabo da cruz ....

Não sei se será uma boa altura para começar a procurar alternativas ao skype só para o caso da coisa correr mal, de preferência alternativas multi plataforma.
A última vez que usei o Skype era demasiado pesado para o que fazia (já deve ter sido há 3 ou 4 anos). Acabei por descobrir uma pequena aplicação, o VoIPerized, que fazia o trabalho na perfeição. Era leve, quase sem lag e com uma excelente qualidade de áudio. O ideal para usar enquanto jogava o mais famoso jogo da altura. Entretanto, o seu autor, com quem eu mantia contacto (pode dizer-se que era uma espécie de beta-tester do VoIPerized), deixou de trabalhar activamente na aplicação e eu, eventualmente, mudei-me para o Linux. Voltei então a experimentar o Skype, por recomendação do Rui Brás, um ex-colaborador do Peopleware, e gostei. Continua a não ser, no entanto, o tipo de aplicação que utilize regularmente.

Já agora, o Gizmo5 é uma boa alternativa. Wink
Pelo que consegui ver o Gizmo5 tem um problema, agora que muita gente começa a usar sistemas de 64bit só existe uma versão de 32bit, tal como o skype, isto pode ser um problema adicional.

Também não consegui perceber se só trabalha com o alsa ou se consegue também trabalhar com o OSSv4, para muita gente isto não será um problema mas para mim é um impedimento visto que o alsa não se dá bem com o meu portátil.
Poder pode... basta o serviço ser descontinuado.
Parece que há novidades ... já foi vendido:

in :TEK
Ou seja, trocado por miúdos: Joltid deu banhada no ebay... Vendeu-lhe a empresa e agora não permite que a/o ebay utilize a tecnologia em que se baseia a empresa....
URL's de Referência