Colocar Resposta 
 
Avaliação do Tópico:
  • 1 votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Mia Couto - Geração à Rasca - A Nossa Culpa
29-08-2011, 00:17
Mensagem: #21
RE: Mia Couto - Geração à Rasca - A Nossa Culpa
Boa Noite.

Criei o tópico em causa, por alguma razão. Parece-me que por aqui o OFFTOPIC já vai longe não??? Wink

Cumprimentos.

[Imagem: ztc07a.jpg]
Não resolvo dúvidas por PM.
Procurar todas as mensagens deste utilizador
Citar esta mensagem numa resposta
29-08-2011, 00:51 (Esta mensagem foi modificada pela última vez a: 29-08-2011 00:52 por RaCcOn.)
Mensagem: #22
RE: Mia Couto - Geração à Rasca - A Nossa Culpa
É incrível a forma como tu deturpas aquilo que os outros dizem...eu até posso generalizar mas tu deturpas...principalmente mandas bocas para o ar quando já não tens qualquer tipo de argumento para dar...

(28-08-2011 20:01)BladeRunner Escreveu:  Ainda não te apercebeste que aqui reina a ideia que quem está no desemprego... o está por vontade própria?

É certo que nem todos estão por vontade própria...mas arrisco-me a dizer que mais do que 50% está porque quer...
Uns porque estão debaixo da asa dos pais ou familiares e não estão para se chatear...
Uns porque estão a receber subsidios que lhes compensa mais do que trabalhar...
Uns porque estão debaixo da asa dos pais e são licenciados, logo não podem aceitar qualquer tipo de trabalho.
Uns porque pura e simplesmente não querem arranjar trabalho...

Mas estão de uma forma ou de outra nessa situação porque querem...
Conheço até o caso de um casal que o rapaz anda a trabalhar para ajudar a namorada a pagar um financiamento que contraiu para terminar o curso, comprar carro e ajudar os pais dela...
situação que já se prolonga a mais de um ano e ela dasse ao luxo de para além de não ter qualquer tipo de iniciativa ainda dizer "Ele paga porque tem de ser"...procurar trabalho?Só na área dela...envia os CV por e-mail de vez em quando...e já lhe foram dadas uma série de dicas para ganhar algum dinheiro em casa...fez alguma coisa?Claro que não...está a espera que façam por ela...
Se fosse minha namorada ajudava claro, nos primeiros meses...nos seguintes se não fizesse pela vida bem que ficava com o nome dela marcado no banco que me estava bem a burrifar...
Como já tive o prazer de lhe dizer a ele em privado, ele não a está a ajudar em absolutamente nada...está a lixar a vida dele privando-se de várias coisas e a "criar" alguém que não tem qualquer tipo de vontade ou iniciativa para fazer seja lá o que for e que vai estar dependente dele até ele se fartar disso ou então até...

Certo é que existem muitos outros que se esforçam a procura de um trabalho, no entanto esses notasse perfeitamente a vontade que tem e na maioria dos casos até conseguem alguma coisa de vez em quando...
São aqueles que não se importam de ir trabalhar seja para onde for nem que seja algo incerto, porque a única situação que tem certa no momento em questão é o facto de estarem desempregados e sem qualquer tipo de perspectivas de futuro ou crescimento pessoal/profissional.

(28-08-2011 20:01)BladeRunner Escreveu:  São os tais que passam a vida nos cafés e de papo para o ar, no facebook!

Muitos deles são...é uma realidade triste, mas é verdade...

(28-08-2011 20:01)BladeRunner Escreveu:  Infelizmente existe quem pegue numa realidade residual e a promova como a generalidade dos desempregados!
Esquecem-se que, talvez, muitos que aqui andam estejam desempregados ou conheçam quem esteja!
Ou então só conhecem malandros...

Esqueces-te talvez que apesar de ser mais novo que tu não ando nisto a 2dias e que não tenho os olhos tapados...
Não nasci ontem, fui apenas é habituado desde novo a lutar por aquilo que efectivamente queria e a definir os meus objectivos para serem cumpridos...não fui habituado a ver ninguém em minha casa a viver de subsidios nem a aproveitarem-se deles...fui habituado a ver os meus pais a trabalhar todos os dias, fosse no que fosse...
Fui habituado a ver o meu pai a todos os dias procurar novos trabalhos, novas oportunidades de negócio e a fazer tudo por tudo por mais um novo projecto onde pudesse entrar ou colocar a sua equipa...
Fui habituado a ir a reuniões de negócios com ele, e fui também habituado a que quando eu queria alguma coisa, fosse ela o que fosse tinha de me esforçar por ela...
Hoje dou graças a Deus pela educação que levei, pela maneira como me fizeram interpretar a vida e o valor que me fizeram dar ao que tenho...
Principalmente agradeço todos os dias aos meus pais o facto de me terem incentivado a lutar todos os dias por uma vida melhor e não ficar a espera que as coisas me caissem em cima...
Agradeço principalmente ao meu pai por me ter ensinado que devo percorrer o caminho que quero percorrer, pareça ele o mais fácil ou difícil...seguir o meu instinto e acarretar com as consequências das minhas decisões...sejam elas boas ou más...
Com a educação que me deram, desde os meus 16anos que nunca mais se tiveram de preocupar em dar-me de comida, comprar-me roupas ou dar-me dinheiro para sair com os amigos...
Com a educação que me deram, criaram uma pessoa independente e que vai conseguir fazer tanto ou mais do que eles durante a sua vida, sem estar a contar que eles o venham apoiar ou dar algo...
Com a educação que me deram, tem hoje um filho que podem ter a certeza que quando partirem(espero eu que daqui por muitos anos) ele vai ter uma vida digna sem esperar por qualquer tipo de herança da parte deles...



(28-08-2011 20:01)BladeRunner Escreveu:  E ainda atiram com a ideia que quem está a ganhar 1.000 euros deva aceitar ser explorado por 485 euros, na grande maioria das vezes através de empresas de trabalho temporário... que é do mais precário que existe! Tanto trabalhas como não...

É preferivel sentir-se um inútil do que fazer algo por si mesmo...
Efectivamente aqui dou-te razão...nunca um subsidio deveria de ser mais alto que um salário...
Aqui a culpa é do sistema...esperemos que isso seja corrigido em breve...

(28-08-2011 20:01)BladeRunner Escreveu:  Sabes o que é?
"Pimenta nos olhos dos outros é refresco"...

Prefiro ter pessoas lutadoras a minha beira...pessoas que tenham garra e a necessidade é que faz com que as pessoas sejam assim...
Pessoas que ficam a espera que lhes caiam as coisas nas mãos causam-me urticária...e não fazem parte de qualquer um dos meus círculos de amigos...


(28-08-2011 20:01)BladeRunner Escreveu:  Não sabem do que falam... até porque trabalhei mais de dez anos em shoppings e a minha esposa trabalha num!
Hoje em dia, se tens mais de 25 anos... acabou o trabalho em shopping. Exceptuando a hotelaria, que exige experiência e paga mal...

Queres vir dar umas voltas pelos shoppings do país e ver quantas pessoas estão lá a trabalhar com mais de 25/30/50 anos de idade?
Os mais novos são uma maioria é verdade...mas é apenas porque estes tem necessidade de ganhar dinheiro para as suas coisas...
São na maioria aqueles que não tiveram a oportunidade de estudar até tarde e não estão a espera que os pais lhes deêm a mesada...


(28-08-2011 20:01)BladeRunner Escreveu:  Pronto-a-vestir e afins, esquece. Só querem miúdos e miúdas, estilo "manequins", todos bonecos. Podem ser cepos a atender, mas são "manequins", na sua maioria!
As mulheres ainda escapam... a exigência não é tanta... conseguem até aos 30 e poucos...

Perfeitamente normal, é uma questão de imagem...feliz ou infelizmente...
Qualquer das formas, eu referi várias vezes que só não arranjava trabalho quem não quisesse, especialmente aqueles entre os 20 e os 35/40anos...
Os mais velhos efectivamente é mais complicado, mas mesmo assim...


(28-08-2011 20:01)BladeRunner Escreveu:  Àh... depois ainda atiram a piada do todos podermos ser patrões... LáLáLá...

Atiro essa piada, porque pessoas como tu passam a vida a criticar quem o é...
Pessoas como tu que não sabem do que falam e que só sabem criticar, criticar e criticar...mas e soluções?
Mais do que dares a solução, a prova de que és efectivamente melhor do que qualquer patrão é dares o exemplo, tonares-te um e fazeres melhor que tudo e todos...
Força, vá...anda lá Blade, sai daí e faz alguma coisa para além de criticares...


(28-08-2011 20:01)BladeRunner Escreveu:  Sim... todos temos dinheiro para abrir negócios... quer dizer... nem o Estado o tem, anda a cortar nos apoios!

Pois estás a espera dos apoios para abrir um negócio...
é um problema...até para isso alguém tem de te ajudar...não consegues fazer nada sozinho?


(28-08-2011 20:01)BladeRunner Escreveu:  Nem para cursos... tenho um amigo há mais de um anos inscrito num à espera de fundos Europeus, que de certeza já não virão...

A esmagadora maioria dos casos, o investimento inicial para começares o teu negócio é de ZERO!
Meu exemplo...
O meu investimento foi muito mas muito pouco...comecei foi por baixo...sujeitei-me a tudo e mais alguma coisa...
Empresário em nome individual, para ganhar uns trocos para mim e meter algum de lado para voltar a investir no meu negócio...
Entretanto, fui agarrando todas as oportunidades que me apareceram e mesmo assim não parei de as procurar...
Hoje, não tenho uma empresa grande, nem tão pouco média...
Tenho algo que me é sustentável e que me permite sobreviver...os meus objectivos já estão definidos e vão ser atingidos...
Estou motivado e focado neles...por mim, pela minha familia e principalmente pelas pessoas que tenho a trabalhar comigo...


(28-08-2011 20:01)BladeRunner Escreveu:  Patrões... é isso, vamos ser todos patrões. Assim depois podemos chamar aos outros de malandros!
Realmente sempre pensei que Portugal é um paraíso para os Patrões... podem mandar bitaites destes com um à vontade...

Blade...
Com todo o respeito mas...
Vai-te encher de moscas...

Queres trabalhar e dizes que estás motivado?
Anda trabalhar para mim...
Garanto-te que ganhas o justo para o que trabalhas...
Sem contratos de trabalho precário...
Estás a espera de quê?

Faço-lhes entrevistas de tempos em tempos...o que vejo mais é pessoas com vontade de viver as custas dos outros...
querem empregos, não trabalhos...



(29-08-2011 00:17)Progster Escreveu:  Boa Noite.

Criei o tópico em causa, por alguma razão. Parece-me que por aqui o OFFTOPIC já vai longe não??? Wink

Cumprimentos.

Lol, sim tens toda a razão, acabei por comentar aqui por seguimento Smile
Visitar Website de este utilizador Procurar todas as mensagens deste utilizador
Citar esta mensagem numa resposta
29-08-2011, 01:03 (Esta mensagem foi modificada pela última vez a: 29-08-2011 01:05 por BladeRunner.)
Mensagem: #23
RE: Mia Couto - Geração à Rasca - A Nossa Culpa
(29-08-2011 00:51)RaCcOn Escreveu:  Blade...
Com todo o respeito mas...
Vai-te encher de moscas...

Sleep

Só uma coisa... ou não tens empresa ou se a tens, foi oferecida/herdada.
Se dizes que é fácil montar uma... é que nem todos têm dinheiro para isso, para aguentar o início. É que o primeiro ano, pelo menos, é para repor investimentos... e como é a casa, os filhos... a família? Come o quê?
Pelo teu prisma, mais uma vez... éramos todos empresários e patrões... afinal é tãoooo fáciiil criar e ter uma empresa!
Malandros...

P.S.

Foste mal-educado, baixo e nunca pensei que o fosses!
Tal como em outro contexto... enganas bem...
Tanto quote... tanto blá blá... e depois resvalas para o insulto! É reflexo do vazio de ideias?
Procurar todas as mensagens deste utilizador
Citar esta mensagem numa resposta
29-08-2011, 01:21
Mensagem: #24
RE: Mia Couto - Geração à Rasca - A Nossa Culpa
Blade, como já disse várias vezes e posso provar isso de uma forma simples e fácil...
Não foi oferecida nem herdada...foi criada por mi, com o meu suor...com o meu trabalho de todos os dias...
O que eu fiz, está ao alcance de qualquer um...não sou superior a absolutamente ninguém para eu conseguir e os outros não...
Mais uma vez levas o que eu digo para os teus devaneios comuns e de exageros focando apenas um ponto qualquer do que eu digo para usurpar as minhas palavras...
Não disse que era fácil...não me viste a dizer isso...

Viste-me a dizer que está ao alcance de qualquer um...
Estar a espera de fundos e financiamentos para fazer algo?
Temos de lutar com as armas que temos...não podemos estar a espera das armas dos outros para podermos fazer algo...temos de lutar com aquilo que temos nas mãos...
Foi exactamente aquilo que fiz...
Lutei com as armas que tinha, coisa que continuo a fazer no dia-a-dia...apesar de os meus sonhos e objectivos serem altos...não me deixo iludir e só conto com aquilo que tenho...


Quanto ao insulto...
Insultei-te?
Por acaso não o fiz, mas mesmo que o tivesse feito, estaria a descer ao teu nível pois já o fizes-te várias vezes pelo forum fora...
Só que eu não mando bocas para o ar nem faço insinuações acerca disto e daquilo, falo directamente...



Como já referi, queres trabalhar?Queres ganhar dinheiro a sério?
Bora lá...estou contigo e faço o que me for possível para ajudar...não me venhas é com ideias de que os outros é que tem obrigações para contigo e que tem de fazer o trabalho por ti pois caso o venhas, "morres" na praia...

Cada um deve cozer-se com as linhas que têm...
Visitar Website de este utilizador Procurar todas as mensagens deste utilizador
Citar esta mensagem numa resposta
29-08-2011, 22:23 (Esta mensagem foi modificada pela última vez a: 30-08-2011 02:25 por BladeRunner.)
Mensagem: #25
RE: Mia Couto - Geração à Rasca - A Nossa Culpa
(29-08-2011 01:21)RaCcOn Escreveu:  Quanto ao insulto...
Insultei-te?
Por acaso não o fiz, mas mesmo que o tivesse feito, estaria a descer ao teu nível pois já o fizes-te várias vezes pelo forum fora...

Bem...
Sou um tipo do Porto... sabes muito bem que dizer a outro para se encher de moscas é dizer ao outro que é um monte de m***a!
Para mim é um insulto... agora podes vir com as desculpas que quiseres...

Já agora mostra lá onde é que eu insultei... pelo fórum fora!
Não to admito! O meu nível é de longe superior ao teu!

Eu não ando aqui a "insultar" quem não tem emprego... dizendo que não o têm porque não querem! Isso é insultar muita gente!
Tal como chamar malandros a essas pessoas!
Aliás... estás a insultar pessoas que me são próximas!

Tu é que com o recurso ao insulto "te cozeste com as linhas que tens"... pena a sua qualidade!

Foi um prazer... considera-te ignored!
Procurar todas as mensagens deste utilizador
Citar esta mensagem numa resposta
30-08-2011, 00:27
Mensagem: #26
RE: Mia Couto - Geração à Rasca - A Nossa Culpa
(29-08-2011 22:23)BladeRunner Escreveu:  Bem...
Sou um tipo do Porto... sabes muito bem que dizer a outro para se encher de moscas é dizer ao outro que é um monte de m***a!
Para mim é um insulto... agora podes vir com as desculpas que quiseres...

Já agora mostra lá onde é que eu insultei... pelo fórum fora!
Não to admito! O meu nível é de longe superior ao teu!

Nem necessito de ir muito longe, basta ir até a primeira página deste tópico.
Para além das indirectas que mandas para o ar...
Não ando aqui a medir níveis, mas se era essa a intenção peço imensa desculpa pois não me tinha apercebido...e eu estou e sempre estarei no nível debaixo...daqui consigo ver todos a caírem...

(25-08-2011 03:08)BladeRunner Escreveu:  Contra ti??? Coitadinho...

Sou um tipo do Porto, para mim chamar coitado a alguém é o mesmo que lhe chamar corno...
E sendo tu também um tipo do Porto, deverias de saber disso tão bem quanto eu...


(29-08-2011 22:23)BladeRunner Escreveu:  Eu não ando aqui a "insultar" quem não tem emprego... dizendo que não o têm porque não querem! Isso é insultar muita gente!
Tal como chamar malandros a essas pessoas!
Aliás... estás a insultar pessoas que me são próximas!


Primeiro, ponto a ter em atenção, só serve a carapuça a quem quer que esta lhe sirva...
Meu caro, podes correr e saltar o que tu quiseres...infelizmente a maioria da população de desempregados não quer trabalhar...só lhes dá o "fogo no c*" quando o subsidio de desemprego está para terminar...e mostro-te quantos casos quiseres até porque muitos deles conheço de bem perto...
São sempre os primeiros a queixar-se de tudo e de todos, a queixar-se do Governo e das politicas...nunca nada está bem para eles...mas e dar uma solução?
Não é a função deles...
São os primeiros a estar na linha da frente das manifestações, e tem sempre uma excelente desculpa para não conseguirem arranjar trabalho...
Quando o fundo de desemprego lhes arranja alguma coisa ou alguém lhes quer dar trabalho, são os primeiros a fazer de conta que não é nada com eles...
Digo isto muito infelizmente, pois conheço N casos desses...



(29-08-2011 22:23)BladeRunner Escreveu:  Tu é que com o recurso ao insulto "te cozeste com as linhas que tens"... pena a sua qualidade!


Quanto ao recurso ao "insulto", podes interpretar como quiseres...ou daquela que te dá mais jeito...


(29-08-2011 22:23)BladeRunner Escreveu:  Foi um prazer... considera-te numa ignore list virtual!

Estás a vontade...
O Prazer foi todo meu... Smile
Visitar Website de este utilizador Procurar todas as mensagens deste utilizador
Citar esta mensagem numa resposta
30-08-2011, 19:44
Mensagem: #27
RE: Mia Couto - Geração à Rasca - A Nossa Culpa
Não há a possibilidade de isto se resolver de roda de umas canecas?
Procurar todas as mensagens deste utilizador
Citar esta mensagem numa resposta
30-08-2011, 23:15
Mensagem: #28
RE: Mia Couto - Geração à Rasca - A Nossa Culpa
(30-08-2011 19:44)JPedrosa Escreveu:  Não há a possibilidade de isto se resolver de roda de umas canecas?

Venham de lá elas. Smile
Para mim não pode ser com alcool, mas venham de lá elas Smile
O pessoal tem é de saber discutir opiniões sem levar as coisas para o lado mau...
Aquí era suposto ninguém andar a insultar outro alguém, e quando se discute uma opinião argumenta-se com factos...
Visitar Website de este utilizador Procurar todas as mensagens deste utilizador
Citar esta mensagem numa resposta
25-08-2012, 23:16
Mensagem: #29
RE: Mia Couto - Geração à Rasca - A Nossa Culpa
Só agora é que reparei. Até ao facebook chegou...

[Imagem: ztc07a.jpg]
Não resolvo dúvidas por PM.
Procurar todas as mensagens deste utilizador
Citar esta mensagem numa resposta
13-09-2015, 00:36
Mensagem: #30
RE: Mia Couto - Geração à Rasca - A Nossa Culpa
Com exemplos destes, pode-se mesmo dizer Geração à Rasca.

Especialistas defendem que o horário escolar deve ser adaptado ao relógio biológico dos alunos para melhorar o rendimento.

Quem lida com adolescentes, provavelmente, já os ouviu queixarem-se da hora a que começam as aulas. Demasiado cedo, na opinião de muitos, que reivindicam mais horas de sono. Esta reclamação ganhou força esta semana, depois de um grupo de cientistas do Reino Unido, que se prepara para testar a ideia, ter dito que seria mais benéfico para os adolescentes que as aulas começassem às 10.00. O DN quis saber o que pensam pais, diretores de agrupamento e especialistas na área da saúde em Portugal e a maioria aplaude a proposta, embora considere que já seria razoável se as aulas tivessem início por volta das 09.00.
Os padrões de sono tornam-se mais irregulares na adolescência. "Há na maioria dos adolescentes um atraso na hora de dormir, que tem que ver com aspetos biológicos (o sono chega mais tarde e o cansaço diurno é melhor tolerado) e sociais, como ver programas que dão a horas mais tardias, maior rendimento no estudo noturno ou estar preso a qualquer ecrã, num ritmo muito diferente do de uma criança", explica o pediatra Mário Cordeiro.
Como os adolescentes se deitam mais tarde, "o sono precisa de se prolongar também até mais tarde. O ritmo circadiano já não produz "pardais madrugadores" como em idades infantis". Por isso, começar as aulas mais tarde é, para o pediatra, uma boa proposta. " Todavia, ter horários só da parte da tarde já é errado, porque não sobra depois tempo para estudar, ter atividades desportivas ou culturais ou simplesmente "estar", ao fim do dia. Defendo que as aulas comecem às 10.00 e terminem o mais tardar às 17.30, 18.00", afirma, lamentando que "quem desenha os horários raramente pense nas diferentes necessidades de saúde e características dos vários grupos etários".

In DN

[Imagem: ztc07a.jpg]
Não resolvo dúvidas por PM.
Procurar todas as mensagens deste utilizador
Citar esta mensagem numa resposta
Colocar Resposta 


Saltar Fórum:


Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)